domingo, 29 de março de 2009

não vai dar mais pra chorar, nem pra rir...

longo e  agitado
tenso e dificil
confuso e turbulento

resumo do final de semana.





segunda-feira, 16 de março de 2009

o lixo nosso

do nosso lixo talvez tenham o café
no copo quebrado da cafeteira
só não terão leite
no lixo não havia leite

do nosso lixo eles tiraram as camisetas
e as mochilas
e os papéis em tom de rosa
e os brinquedos quebrados
e os recados não lidos

o nosso lixo foi a festa hoje.
uma cesta velha
e o papel picado que vira dinheiro
do nosso lixo eles tiraram a alegria da fantasia.

do nosso lixo eles levaram a cafeteira,
a cesta,
os recados não lidos,
os papéis picados,
as mochilas,
as garrafas pet
e as cinzas do cigarro.

só não quiseram levar
os livros de história.

quarta-feira, 11 de março de 2009

Theo e a Gaivota

Algo fez passar a TPM hoje, aliás duas coisas: a torta fria que recebi de presente da Marinha e a visita do Theo.

Se alguém não conhece o Theo, deve conhecer.  Theo é a criança mais engraçada e mais cheirosa que já vi! Além de ser muito fresco porque adora colo de mulher e rí de tudo que acontece ao redor . . .

Theo tem personalidade. usa fralda e all star . Théo não sabe ainda, mas ele já é gremista!

e o que o Theo ainda vai descobrir, é algo que o Marcelo Camelo já descobriu:
"que todo ser humano, pode ser um anjo"







terça-feira, 10 de março de 2009

hoje eu não sou eu .

não me sinto bem hoje.

uma angústia que não controlo  . uma saudade desnecessária . um resultado de exame incompleto . uma médica que não ajuda. um cachorro com as patas sujas . uma torta quente . uma chamada não atendida . um vizinho bisbilhoteiro . uma conversa pela metade .

quero uma casa nova . numa cidade nova . em um país novo . um sapato que me sirva . uma médica que me escute . sigo querendo a torta fria. e que os vizinhos desapareçam do mapa .

pelo menos até a TPM passar . 




quarta-feira, 4 de março de 2009

demais "dá" conta!!

porto alegre cada vez mais forno . 
quando o ar frio resolve queimar . o ar quente se encarrega de dominar todo o ambiente...
a chuva até chega . mas o forno não demora muito para aquecer outra vez.

ficar parado é impossível. então o jeito é correr e correr e correr . 

no trajeto da corrida algumas pedras para desviar . 
mas começo a acreditar na teoria de que no final tudo dá certo. e dá mesmo!

o que mais anima é que ninguém dá muita bola pro ar quente e continua correndo . e correndo . e correndo .

todos sabem que não tem medalha no final da corrida . e nem é necessário . os corredores só esperam . pelo menos .  o aperto de mão do treinador...

terça-feira, 3 de março de 2009

sete cores

ou (certa mistura de cores no céu e no chão por aqui )

a chuva insistia em cair tão apressada. não deixou espaço quando ela tentou ver aquela nuvem branca aparecer. 
haviam nuvens cinzas . ela não gosta do cinza . da chuva sim, pode ser até gelada, mas do cinza, não.
sentiu os ventos incrivelmente quentes que insistiam em soprar por debaixo de sua saia verde. 
e quando o sol saiu, e os ventos quentes sopravam ainda mais fortes, ela correu para conseguir enxergar as sete cores. eles dizem que elas aparecem no céu . 
pena! não conseguiu . se contentou então com as cores igualmente brilhantes que se misturavam com a água e o óleo negro que sujava o chão do asfalto.

segunda-feira, 2 de março de 2009

nenhuma...

nenhuma outra música me traz tantos sentimentos quanto esta.

é uma mistura de saudade, melancolia com felicidade e alegria ao mesmo tempo.

em momentos distintos, ela sempre surge na minha cabeça.

encontrei um vídeo bem mal gravado mas vale para compartilhar por aqui.


Sétima do Pontal - Renato Borghetti e Veco Marques. No vídeo, com o Yamandú Costa



LinkWithin

Related Posts with Thumbnails