sábado, 31 de outubro de 2009

Drummond no Moleskine!




sempre existe uma boa maneira de se aproveitar as últimas páginas de um caderninho. . .
(mesmo que as últimas sejam as do meio)

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Entrei no bosque!

Fui mais forte que o sono e o cansaço na noite de ontem!

Encarei com a maior disposição o primeiro capítulo de um livro do Umberto Eco que queria ler a algum tempo e, agora, graças as freqüentes visitas à biblioteca da unisinos, consegui retirar.


Quando avançar um pouco mais, escrevo algo!






terça-feira, 20 de outubro de 2009

Essa não é a sua vida...

Ok. reconheço que minha fase de Papas da Língua já passou faz uns bons cinco anos, mas tenho que dizer que numa lista de músicas e/ou letras que eu colocaria na minha listinha para a prosperidade, certamente ESSA NÃO É A SUA VIDA estaria lá presente.

A música é do primeiro disco deles, de 95 e a letra é do Leo Heikin, guitarrista, e pra mim é a parte fundamental da parada, além de ser o título de um dos primeiros curtas do Jorge Furtado, que vale a pena ver também...

Ela sempre me vem na cabeça, quando paro para refletir sobre alguma situação. Talvez escreva mais depois. Por enquanto, pra quem interessar, a letra e o video.

"Roubar
Subtrair uma parte qualquer
Da metade do que não é nada
A não ser um pedaço qualquer
De alguém

Matar
Subitamente apagar dessa vida
Um pedaço que é nada mais
Que uma parte qualquer
Da metade do que não é nada
A não ser um pedaço qualquer
De alguém

Viver
Repetir todo o dia a tarefa
De ser um a mais
Uma parte qualquer da metade
Do que não é nada a não ser
Alguém

Morrer
Simplesmente sair dessa vida
E deixar para sempre de ser
Um a mais e de ser
Uma parte qualquer da metade
Do que não é nada
A não ser
Alguém

Números, números, números
O que é, o que são
O que dizem sobre você
Essa não é a sua vida
Essa não é a sua história

Sentir
Sente-se que a metade
De vinte por cento
Dos vinte milhões de mulheres
No mundo
Não sentem nenhum prazer

Saber
Sabe-se que o total de pessoas
Que sabem o que é o amor
É igual a metade
Dos que já não sabem
O que é amar

Falar
Fala-se que só metade
Dos homens que sabem falar
Realmente não falam aquilo
Que sentem e falam e falam

Pensar
Pensa-se que uma parte
Daqueles que pensam
É só a metade dos vinte por cento
Que pensam naquilo
Que é bom para si

Números, números, números
O que é, o que são
O que dizem sobre você
Essa não é a sua vida
Essa não é a sua história"

domingo, 11 de outubro de 2009

Sobre tag clouds e TCC

Se meu cérebro neste momento fosse representando por uma nuvem, de tags, obviamente, ele seria mais ou menos assim.

sábado, 10 de outubro de 2009

resposta

"em paz eu digo que eu sou
o antigo do que vai adiante

sem mais eu fico onde estou
prefiro continuar distante..."

samuel rosa . nando reis

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails